DORES NA REGIÃO DA MANDÍBULA: CONHEÇA A FISIOTERAPIA PARA DTM

ATM é a sigla utilizada para “Articulação Temporomandibular”, uma articulação que
liga o osso da mandíbula ao osso do crânio e permite a mastigação e a fala. Por ser uma
articulação muito flexível, seus músculos são responsáveis por controlar qualquer
movimento do maxilar, por isso, quando há disfunção da ATM, é chamada de Disfunção
Temporomandibular ou DTM.

Pacientes com essa desordem podem apresentar dores na cervical, no ouvido e na face,
dores de cabeça (principalmente nas laterais), dificuldade para abrir e fechar a boca e também ouvir
barulhos ao fazer esse movimento, sensação de cansaço no rosto, dificuldade para mastigar,
sensação como se os dentes superiores e inferiores não estivessem encaixando corretamente,
inchaço do lado da face e Zumbidos. Ela está relacionada com hábitos parafuncionais como bruxismo e apertamento de dentes
durante o dia ou noite, má oclusão, traumas na face e distúrbios do sono.

O objetivo de todo o tratamento fisioterapêutico é equilibrar a musculatura que envolve a
ATM e o sistema estomatognático, aliviar as dores ocasionadas pela DTM, reestabelecer as funções
musculares e a amplitude articular, prevenir o aparecimentos de outros sinais e sintomas, promover
uma mudança de comportamento no paciente e, consequentemente, uma melhora na sua
qualidade de vida.

Autor: Dr. Vinícius Molina | CREFITO/3 242989-F

Fisioterapia para DTM – Disfunção Temporomandibular